Sitecontabil

Notícias Empresariais

TECNOLOGIA - 3 oportunidades de negócios para empreender com cidades inteligentes

Publicada em 17 de janeiro de 2022

As cidades inteligentes estão no radar de tendências tecnológicas há alguns anos. Em 2022, não é diferente. Conceitualmente, esses espaços são conhecidos por otimizar recursos, ter a sustentabilidade como pauta norteadora e integrar tecnologia de ponta em diversos braços de sua cadeia de infraestrutura.

É justamente por reunir tantos elementos que especialistas acreditam que as cidades inteligentes trazem uma série de oportunidades para empreendedores. Durante a CES, uma das mais importantes feiras de tecnologia do mundo, que está acontecendo ao longo de janeiro, nos Estados Unidos, a pauta esquentou.

Como aponta o portal Inc., as cidades inteligentes serão responsáveis por um futuro mais verde e seguro. E é justamente a este mercado que novos empresários devem direcionar sua atenção.

Abaixo, confira algumas oportunidades de negócio para quem quer empreender nessa área.

Sua casa, sua energia
Armazenamento residencial de energia é uma das tendências apontadas pelos especialistas. A avaliação é de que empresas que se especializarem em adaptar casas para armazenar energia terão uma alta possibilidade de crescimento. Entre as companhias que podem aproveitar a novidade estão instaladoras de energia solar, fabricantes de baterias e empresas especializadas em soluções de inteligência artificial.

Comunidades locais
Outra aposta é a criação de comunidades capazes de oferecer fontes de energia autossuficientes para pequenas regiões. Por exemplo, pequenos grupos poderão gerar e gerir energia de um grupo de casas ou prédios. Isso pode representar oportunidades para empresas construírem plataformas de crédito de energia, por exemplo.

Eficiência hídrica
Reutilizar a água é uma das principais características das cidades inteligentes. De olho nesse tema, especialistas sugerem que empreendedores pensem em soluções de reúso de água de chuveiros, lava-louças e máquinas de lavar em outras necessidades do lar. Além disso, a tendência deverá tomar conta de espaços maiores, como hotéis, restaurantes e grandes corporações – clientes potenciais para muitos empreendedores.

Fonte: Revista PEGN

Voltar para a listagem de notícias